skip to Main Content

Rede Catarinense de Centros de Inovação integra consórcio europeu Enrich in LAC

Mais força para o ecossistema de inovação de Santa Catarina! A Rede Catarinense de Centros de Inovação agora faz parte do consórcio European Network of Research and Innovation Centres and Hubs, que opera no Brasil como Enrich in LAC, e reúne centros de excelência como o Fraunhofer-Gesellschaft, maior organização de pesquisa aplicada da Europa. A parceria foi oficializada no evento Conexão Entre Redes, realizado on-line na manhã desta quarta-feira, 7, e que pode ser revisto neste link.

A Rede passa a contar com cursos, conexões, intercâmbios e acesso a hubs de inovação da Europa e da América Latina, além de poder participar de iniciativas do programa Horizon Europe, da União Europeia, cujo orçamento atual é de 84,9 bilhões de euros para promoção de ciência, tecnologia e inovação.

 A conexão internacional era uma das áreas que ainda estavam descobertas até este momento nas ações estratégicas para a Rede de Centros, e com a entrada na Rede ENRICH, acreditamos que ela dá um passo gigante de novas relações institucionais e internacionais.

Moris Kohl, diretor de Ciência, Tecnologia e Inovações da SDE

Entenda as vantagens de integrar o consórcio

  • cooperação em projetos internacionais de pesquisa e inovação;
  • assessoria para inserção em fundos europeus de financiamento, como o Horizon Europe, em co-participações, por exemplo;
  • acesso direto a hubs de inovação da Europa e da América Latina;
  • apoio e capacitação aos atores da inovação;
  • oportunidades de networking, soft landing e matchmaking com agentes internacionais;
  • e muitas outras oportunidades no segmento de ciência, tecnologia e inovação.

Com a palavra, o presidente da Enrich in LAC

Para Filipe Cassapo, haverá apenas um futuro sustentável para a humanidade, que é por meio das inovações disruptivas. Elas, juntamente com os objetivos da ODS, formam a filosofia do novo quadro de trabalho da Europa para pesquisa e inovação, o Horizon Europe, que vai até 2027. O investimento do programa supera os R$ 500 bilhões (84,9 bilhões de euros) em investimentos nas áreas de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Conforme Cassapo, agentes externos à União Europeia só podem ser eleitos em chamadas da ação a partir de um parceiro europeu e um co-financiador. Esse caminho está mais fácil para Santa Catarina com a nova parceria, tanto para bolsas de pesquisa quanto para projetos colaborativos.

Existem também muitos investimentos privados e startups que podem contribuir e muito com o Estado catarinense. Assim, para que possamos participar da internacionalização, precisamos juntos, endereçar desafios globais e desenhar um futuro mais sustentável, justo e que desejamos. Vamos juntos?

Filipe Cassapo, presidente da Enrich in LAC

Back To Top